Assessoria de Imprensa Sicoob MaxiCrédito

Fone: (49) 3361-7094

Celular: (49) 99167-1707

E-mail: jornalismo@maxicredito.coop.br

Rafael Bressan

 

* Obs.: Os contatos acima são para uso exclusivo de veículos de comunicação (jornais, portais online, revistas, canais de TV etc) que queiram entrar em contato com o Sicoob MaxiCrédito. Para outras solicitações, entre em contato por meio de um dos nossos canais de atendimento.

Releases

null Sicoob contrata R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre da safra 2020/21

Valor foi 43,2% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado

Entre julho e setembro deste ano, o Sicoob viu crescer em 43,2% a quantidade de contratações de crédito rural via Plano Safra 20/21, com relação a igual período de 2019. No primeiro trimestre da safra, foram R$ 4,9 bilhões liberados, um aumento de R$ 1,54 bilhão na comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com Francisco Reposse Junior, diretor comercial e de canais do Centro Cooperativo Sicoob, a finalidade mais acessada pelos produtores nesses meses continua sendo o custeio da safra, com 75% do crédito direcionado para este objetivo. “Desse valor, cerca de 45% foi destinado à agricultura e 29% foi para pecuária”, afirma Reposse.

Segundo ele, o Sicoob tem como um dos pilares apoiar e incentivar o agronegócio brasileiro, principalmente durante crises financeiras, como a observada até aqui durante a pandemia do novo coronavírus. “É importante oferecermos diversificação de linhas e taxas acessíveis. Isso é efetivamente ficar ao lado de nossos cooperados produtores rurais neste momento”, comenta.

Na agricultura, o Sicoob tem como principais culturas o café, a cana-de-açúcar e a soja. Já na pecuária, destacam-se a produção de leite, de gado de corte e o setor de aves. “Notamos que houve crescimento, também, na questão de investimentos, puxado principalmente pelos setores de aves, suínos e compra de maquinários”, destaca o executivo.

As duas regiões que mais se destacaram nos pedidos de crédito rural nesta safra foram Sudeste, com mais de R$ 2,4 bilhões, e Sul, chegando a R$ 1,1 bilhão. Somadas, ambas representam mais de 70% do crédito concedido na safra 20/21.

Para o diretor a procura por crédito no setor demonstra o grande desempenho do agronegócio nacional. “Mesmo com a crise da Covid-19, notamos que é uma fase positiva para os produtores”, diz. Reposse lembra, ainda, que a força do agro já havia sido demonstrada no meio do ano: entre 31 de julho e 7 de agosto, o Sicoob realizou seu primeiro Feirão de Agronegócios totalmente virtual. No evento, foram originadas mais de R$ 43 milhões em propostas. 

Por Approach Comunicação