O Sicoob SC/RS possui 1,2 milhão de cooperados, 7.471 funcionários e está presente nos três estados do Sul com 606 agências e 540 correspondentes bancários em 417 municípios. É a segunda instituição financeira com o maior número de agências em Santa Catarina e também o segundo maior financiador da produção agrícola em solo catarinense. Atualmente, se expande fortemente por todo o Rio Grande do Sul, onde já tem 120 agências e deve inaugurar mais algumas dezenas até o final de 2022.

O Sicoob Central SC/RS nasceu no dia 8 de novembro de 1985, quando 27 delegados representantes de sete cooperativas singulares de crédito e duas de produção rural, reuniram-se em Itapema (SC) para fundar a Cooperativa Central de Crédito Rural de Santa Catarina (Cocecrer/SC). O objetivo, à época, era “organizar em comum e em maior escala os serviços econômicos e assistenciais de interesse das filiadas, integrando e orientando suas atividades”.

Depois de passar por uma reestruturação interna, em 31 de outubro de 1997 a Cocecrer/SC passou a integrar o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) e mudou o nome para Cooperativa Central de Crédito de Santa Catarina (Sicoob Central SC). Em 2009 com a permissão do Banco Central do Brasil para atuar também no Rio Grande do Sul, se transformou em Sicoob Central SC/RS.

Em Santa Catarina, o Sicoob possui a segunda maior rede de agências financeiras e é também o segundo maior financiador da produção agropecuária. O Sicoob SC/RS tem mais de 1 milhão de associados nos três estados do Sul: em solo catarinense, nossas cooperativas estão em 268 municípios (90,85%), no Paraná em 26 e em 76 do Rio Grande do Sul, estado para onde o Sistema vem se expandindo. A meta, nos próximos anos, é chegar, em território gaúcho, a todas as cidades com mais de 20 mil habitantes.

O Conselho de Administração representa o o Sicoob nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul  e tem a função de tomar decisões a fim de promover as cooperativas e fazer valer a vontade do associado.

Confira aqui o histórico de mandatos dos Conselhos de Administração da Central SC/RS.

Compõe a gestão atual da Central:

Conselho de Administração

Rui Schneider da Silva – Presidente
Edemar Fronchetti – Vice-Presidente
Valcir Pscheidt – Secretário

Conselheiros
Otávio Henrique Almeida Tessaro
Ivair Luiz Filippi Chiella
José Amarildo Costa
Altair Raimundo Ruberti
Ivonir Buss
Arno Avelino Schussler

Mandato até a Assembleia Geral Ordinária de 2022.

O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização da cooperativa. Responsável por emitir parecer anual sobre a gestão, entre outras atribuições, é composto por três membros efetivos e três suplentes, eleitos entre os associados a cada três anos, via candidatura individual. Reúne-se ordinariamente uma vez ao mês e extraordinariamente sempre que necessário, com quórum mínimo de três membros.

Confira aqui o histórico de mandatos dos Conselhos Fiscais da Central SC/RS.

Compõe a gestão atual da Central:

Conselho Fiscal

Edson Fernandes Santos – Sicoob Credisc
Antônio Carlos Muniz – Sicoob Crediserra
Paulo Renato Camillo – Sicoob Crediauc
Candido Lucas Costa – Sicoob Credisserrana
Gentil Luiz Marció – Sicoob Cejascred
Carlos Alberto Utzig – Sicoob Creditaipu
 
* Mandato até a Assembleia Geral Ordinária de 2022.

Compõe a diretoria atual da Central:

Maria Luisa Lasarim - Diretora de Operações

Elisete Cavalieri - Diretora Administrativa

Olavo Lazzarotto - Diretor de Negócios

Como agente econômico, o Sicoob tem o compromisso de gerenciar riscos operacionais e de mercado inerentes às suas atividades. O monitoramento e a avaliação desses riscos são realizados através de uma estrutura de gerenciamento de riscos com procedimentos estabelecidos. Realizam  este acompanhamento o Conselho de Administração, os gestores da Central, profissionais que atuam como agentes e monitores internos de risco e a área de auditoria do Sicoob Confederação.

Para maior tranquilidade de seus associados, o Sicoob possui fundos para garantir a estabilidade de suas operações financeiras - o Fundo Garantidor de Crédito (FGCOOP) e o Fundo de Estabilidade Financeira (FEF).

O FGCOOP é um fundo nacional que garante os depósitos dos associados por meio de indenizações até o valor de R$ 250 mil por titular e cobre os chamados riscos não sistemáticos, também denominado risco próprio, decorrente direto de aspectos financeiros, da administração ou do setor de atuação.

O FEF é um fundo regional e exclusivo de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Cobre os riscos sistemáticos, que resultam do sistema político, econômico e social e das características de mercado, como taxas de juros e câmbio. Restabelece limites operacionais e cria reservas, podendo ser usado como garantia de empréstimos tomados pelas cooperativas para repasse aos associados ou ainda para cobertura de eventuais passivos tributários que possam ser impostos à Central.

As cooperativas do Sicoob SC/RS investem na capacitação profissional de seus dirigentes e funcionários através da Escola de Dirigentes e Executivos (Edex) do Sicoob SC/RS. Sediada na Central, a Edex oferece cursos voltados à melhoria dos sistemas de gestão, operação e atendimento.

Desde que foi fundada, em junho de 2000, foram investidos mais de R$ 20,9 milhões e realizadas 2,5 mil turmas com 81 mil participantes. Fora das dependências da Central, a Edex estende seu alcance com ensino a distância, através do Sicoob Universidade, e cursos presenciais realizados em diversas cidades dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nas diferentes regiões, para facilitar o acesso aos mais de 5 mil funcionários do Sicoob SC/RS.

Você sabe o que é Sustentabilidade?

A Sustentabilidade é geralmente associada ao meio ambiente. No entanto, o conceito vai além de práticas como economizar água e fazer o descarte correto de resíduos. Sustentabilidade deve ser percebida de forma transversal ao negócio, fazendo parte do dia a dia do Sicoob, como definida em nossa política de sustentabilidade e diretrizes da Resolução Bacen 4.327/14.

E como isso acontece no Sicoob?

Na execução dos processos, na relação com os associados, nas ações e interações dos empregados e todos os demais públicos envolvidos na entrega de produtos e serviços.

Dessa forma, com o objetivo de crescer e perenizar os negócios, o conceito de Sustentabilidade envolve a busca constante por resultados em três dimensões: econômica, social e ambiental.

Ser sustentável é uma postura de comprometimento, em que os valores que norteiam as ações, estão pautadas na ética, sendo aplicáveis aos negócios, às pessoas, às relações e percebidas nos resultados alcançados.

Clique aqui e conheça nossa Política de Sustentabilidade

 

O Sicoob, consciente da importância de estabelecer padrões éticos para a condução de relações internas e externas, instituiu o seu Pacto de Ética.

O Pacto de Ética do Sicoob é aplicável aos componentes da estrutura organizacional de todas as entidades que compõem o Sistema.

Clique aqui e conheça nosso Pacto de Ética

Em atendimento aos requisitos estabelecidos pelo Banco Central do Brasil (BCB) por meio da Resolução BCB n.º 54, de 16 de dezembro de 2020, que dispõe sobre a divulgação do relatório de Pilar 3, apresentamos o Relatório da COOPERATIVA CENTRAL DE CRÉDITO SICOOB SC/RS que detalha as informações requeridas pelo BCB.

Relatório de Pilar 3 - 2019

Relatório de Pilar 3 - 2020
 

Mais de 1,2 milhões
de cooperados

SC: 1.071.203
RS: 112.197
PR: 50.823

38 cooperativas
singulares

SC: 36
RS: 2

 

Presente em
417 municípios

SC: 279
RS: 103
PR: 35

606 pontos de
atendimento

SC: 447
RS: 120
PR: 39

R$ 828 milhões
em sobras do
exercício

 

Segundo maior financiador de produção agrícola
em SC
 
(Dados de Junho/2022)