O SICOOB COOPREM

 

A Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Jataí e Região Ltda., Sicoob Cooprem, foi constituída em assembleia realizada dia 13 de fevereiro de 2008 na sede da Associação Comercial e Industrial de Jataí (ACIJ), sendo sua razão social na época Cooperativa de Crédito dos Empresários de Jataí Ltda. Em 10 de outubro de 2008, as portas da Cooperativa de Empresários, cuja sigla é Sicoob Cooprem, foram abertas para atendimento aos seus cooperados.

Em julho de 2010, o Sicoob Cooprem solicitou junto a Sicoob Goiás Central a elaboração de projeto, encaminhado ao Banco Central (BC), visando sua transformação para Livre Admissão e abertura para toda sociedade jataiense. A aprovação foi concedida pelo BC em 22 de novembro de 2011. A transformação para Livre Admissão ocorreu em fevereiro de 2012 passando a receber cooperado de todos os segmentos de pessoas jurídicas e físicas. Hoje contamos com quase 2 mil associados.

Buscamos ainda seguir o propósito de conectar pessoas para promover justiça financeira e prosperidade com a missão de buscar soluções e experiências inovadoras e sustentáveis por meio de cooperação.

Entre os benefícios em se associar ao Sicoob Cooprem está a assessoria personalizada; a distribuição de sobras (resultados) entre os associados; o direito a voto para decidir os rumos da sua cooperativa; taxas, tarifas e juros adequados ao perfil do associado; produtos do mercado desenvolvidos para atender as suas necessidades e compromisso com o futuro do associado.

Nossas ações também estão ligadas à Política Institucional de Responsabilidade Sociocultural. Tal política apresenta princípios e diretrizes que norteiam as ações socioambientais do Sicoob, tanto nos negócios, como na relação com as partes interessadas. Além disso, visa contribuir para a concretização do cooperativismo junto com o desenvolvimento sustentável. As ações socioambientais do Sicoob são produtos do empenho na prevenção e no gerenciamento de riscos em relação aos impactos socioambientais.

Seguimos os 7 princípios do cooperativismo:
1 – adesão livre e voluntária;
2 – gestão democrática;
3 – participação econômica;
4 – autonomia e independência;
5 – educação, formação e informação;
6 – intercooperação;
7 – interesse pela comunidade.

Tais diretrizes têm se destacado nos últimos anos por sua contribuição para a expansão do mercado de crédito no país. Crescendo a taxas maiores do que a média dos demais segmentos, sua participação no mercado tem aumentado de forma consistente, beneficiando principalmente as micro, pequenas e médias empresas, além das pessoas físicas e produtores rurais.

 

VER ESTATUTO SOCIAL