Nossa História

O desejo da comunidade de constituir uma entidade financeira que oferecesse taxas e tarifas mais justas fez com que um grupo de produtores rurais se unissem e fundassem uma cooperativa de crédito na cidade de Abaeté - MG.

O Sicoob Credioeste foi constituído em 9 de maio de 1988 e em setembro do mesmo ano recebeu autorização para funcionamento pelo Banco Central do Brasil, iniciando suas operações seis meses depois, em 8 de novembro.

Com apenas 29 sócios e capital social de CZ$197.548,00, a cooperativa de crédito e seus associados demonstraram ao longo dos anos comprometimento com gestão e governança, o que permitiu sua consolidação e crescimento.

Inicialmente fundada para atender os produtores rurais, em 2005 o Sicoob Credioeste passou a ser uma cooperativa de livre admissão, podendo ter como associados pessoas físicas e jurídicas de qualquer segmento.

Atualmente, a cooperativa soma mais de 18 mil cooperados e conta com uma rede de nove agências, nas cidades de Abaeté, Cedro do Abaeté, Paineiras, Quartel Geral, Biquinhas, Contagem e Belo Horizonte, além de um ponto de atendimento digital, levando inclusão financeira e desenvolvimento aos seus cooperados e comunidades onde está inserida.

 

Propósito, Missão, Visão e Valores

Propósito
Conectar pessoas para promover justiça financeira e prosperidade.

Missão
Promover soluções e experiências inovadoras e sustentáveis por meio de cooperação.

Visão
Ser referência em cooperativismo, promovendo o desenvolvimento econômico e social das pessoas e comunidade.

Valores
Respeito e Valorização das Pessoas;
Cooperativismo e Sustentabilidade;
Ética e Integridade;
Excelência e Eficiência;
Liderança Inspiradora;
Inovação e Simplicidade.

 

Serviços diferenciados

Ser uma instituição financeira cooperativa é um dos principais diferenciais do Sicoob em relação ao mercado financeiro tradicional. Por isso, conhecer e garantir a sobrevivência da essência e dos valores do cooperativismo é primordial para a continuidade e sucesso do nosso negócio.

 

Princípios do cooperativismo

1º. Adesão voluntária e livre;
2º. Gestão democrática pelos membros;
3º. Participação econômica dos membros;
4º. Autonomia e independência;
5º. Educação, formação e informação;
6º. Intercooperação;
7º. Interesse pela comunidade.