Sicoobcard

Soluções do seu jeito.

AGO 2022

Clique aqui e confira os assuntos discutidos na Assembleia

Linhas de Crédito

Tudo o que você precisa para inserção de um produto de qualidade no mercado.

Seguros

A importância de contar com uma proteção sob medida para o agronegócio.

 

  Cartões

O Sicoobcard tem soluções digitais do seu jeito.

2ª Via da Fatura do Cartão →
Shop Coopera →

 

  Cobrança Bancária

Deixe a cobrança via boleto conosco. Direcione seus esforços para vender.

Saiba mais →
2ª Via da Fatura do Boleto →

 

  Consórcios

Seu sonho cada vez mais perto de virar realidade.

Conheça as Modalidade →
Consulte sua Cota de Consórcios →

 

  Crédito

Dinheiro rápido, sem burocracia, para você usar como quiser.

Portfolio PF →
Portfolio PJ →

 

 

  Investimentos

As melhores opções para diversificar suas aplicações.

Tipos de Investimentos →
Teste de Perfil do Investidor →

 

  O Cooperativismo

Promovendo uma reforma social dentro do capitalismo.

Oportunidade de Negócios →
Palestras Online →

 

  Sicoob Agrocredi

Soluções e experiências inovadoras e sustentáveis.

Horários e Limites Pagamento →
Unidades →

 

  Telefonia

Receba as faturas telefônicas diretamente em seu e-mail.

Cadastre-se →

 

Portal de Segurança: Prevenir é a melhor ferramenta!

À medida que os criminosos desenvolvem sistemas cada vez mais sofisticados para identificar e contornar medidas de segurança, instituições e clientes deve permanecer à frente.

Notícias

null Presidente do Banco Central destaca importância do cooperativismo na retomada econômica pós-pandemia

27/11/2020 10:51

Dados sobre crescimento de crédito foram apresentados no 4º Painel Cooperativismo Financeiro, realizado pelo Sicoob Engecred

 O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou nesta quarta-feira (25) a importância do cooperativismo financeiro durante o período desafiador da pandemia da covid-19 e para a retomada econômica. “O cooperativismo não deixou a desejar em nenhum momento. Está perto do cliente, entendendo seu modelo de negócio, o que permite ajudar a navegar melhor nos momentos de incerteza”, afirmou.

Segundo dados apresentados por Campos Neto, no último ano, o cooperativismo teve crescimento de 48,5% na carteira de crédito de pessoas jurídicas, quase o dobro do crescimento observado no setor financeiro em geral, de 26,5%. “O cooperativismo no Brasil tem a função de agente de inclusão porque tem capilaridade, promove inclusão financeira e está presente, também, em locais menos urbanizados. A gente entende que ainda tem um campo de atuação enorme para o cooperativismo com potencial para triplicar a carteira”, avalia Roberto Campos Neto.

Os dados foram apresentados durante participação do presidente do BC no 4º Painel Cooperativismo Financeiro, realizado pelo Sicoob Engecred, cooperativa financeira singular com cooperados em todo o país.

Cooperativismo na Agenda BC#

Roberto Campos Neto também falou sobre os projetos do BC em diferentes segmentos de atuação, destacando a inclusão, competitividade, transparência e educação. Quando o assunto é inclusão, o BC vem trabalhando ações e entregas de apoio ao cooperativismo visando uma organização sistêmica e efetividade de governança, como assembleias virtuais, modernização do conceito de área de admissão, política para área de atuação, além do fomento de atividades e negócio.
Entre as inovações realizadas pelo BC, que também alcançam as cooperativas financeiras, Campos Neto destacou o open banking e o Pix, sistema de pagamentos instantâneos.

Participações

O 4º Painel Cooperativismo Financeiro, mediado pelo jornalista Vicente Nunes, contou também com a participação do diretor-presidente do Centro Cooperativo Sicoob (CCS), Marco Aurélio Almada, e do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, especialmente convidados para debaterem o tema central ‘Incluir, cooperar e inovar – alternativas para o crescimento em um ambiente de inovação e sustentabilidade na retomada econômica’.  

Na oportunidade, José Carlos Martins destacou a similaridade entre o perfil das empresas e produtos da indústria da construção quando comparado ao perfil do agronegócio e que aponta para boas expectativas com as soluções oferecidas pelo cooperativismo. “O agro se desenvolveu muito fortemente em cima do modelo cooperativo e pensamos que a indústria da construção também pode trabalhar assim. Nosso modelo de crédito é mais detalhado, mais complexo; é preciso ter proximidade com o cliente. Ninguém melhor que o sistema cooperativo para ter esse entendimento”, afirmou.

Diretor-presidente do Centro Cooperativo Sicoob (CCS), Marco Aurélio Almada falou que as cooperativas do Sicoob estão prontas para apoiar o crescimento sustentável do país e se reinventar para atender as necessidades do empreendedorismo. Segundo afirmou, o cooperativismo sempre se posicionou de forma desafiadora dentro do sistema financeiro nacional, e tem sido capaz de estimular, por meio do seu crescimento, uma melhor precificação de produtos e serviços financeiros. Com o surgimento de outros modelos de negócios, o cooperativismo busca se reinventar diante das novas tecnologias.

“Estamos entendendo como a indústria financeira se ajusta a partir dessas novidades para sermos um agente que participa das mudanças. Já aderimos ao Pix e estamos atentos a outras novidades para que o cooperativismo continue inovando de forma acelerada e em sintonia com as modernizações do sistema financeiro, para oferecer produtos e serviços cada vez melhores aos nossos cooperados”, destacou Almada.

Sobre o Painel Cooperativismo Financeiro

O 4º Painel Cooperativismo Financeiro foi realizado no dia 25 de novembro, pelo Sicoob Engecred, por meio de plataforma remota. O cooperativismo financeiro, incentivado pelo BC, está em constante movimentação para demonstrar para a sociedade como poderá ser parceiro da retomada econômica no Brasil. E foi para levar informação atualizada para o mercado que o Sicoob Engecred promoveu o evento.

O Painel Cooperativismo Financeiro já se caracteriza como uma oportunidade para segmentos organizados e pessoas interessadas na economia compartilhada em todo o Brasil conhecerem o avanço do cooperativismo de crédito, com especial potencial em promover a intercooperação com setores produtivos.

Segundo o diretor-presidente do Sicoob Engecred, Fabrício Modesto Cesar, as informações trazidas por Campos Neto demonstram a visão, portanto, do Banco Central, e ressaltam projetos importantes para o mercado como o desenvolvimento da moeda digital. “Como balanço geral, ficamos muito satisfeitos com a visão de futuro apresentada, especialmente no que diz respeito ao uso de novas tecnologias, que proporcionam serviços como o Pix”, concluiu Fabrício.

Por Oficina Comunica 
 

Encontre o Sicoob mais próximo de você.

Ou, se preferir, selecione um Estado e Cidade