Releases Releases

Sicoob apresenta resultado de R$ 2 bilhões em 2014

Patrimônio líquido das cooperativas do Sistema já ocupa a oitava posição no Sistema Financeiro Nacional

O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), maior sistema financeiro cooperativo do país, teve um resultado de R$ 2 bilhões no exercício de 2014, que equivale a um crescimento de 42,7% em relação a 2013. Este montante representou uma rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido de 15,6%. Nas cooperativas, este saldo pertence aos cooperados e será distribuído de acordo com a movimentação individual, depois de deduzidos os fundos estatutários. O patrimônio líquido teve um avanço de 19,8% em relação ao ano anterior e registrou R$ 12,2 bilhões no final do ano passado. O valor apurado coloca o Sicoob como a 8ª instituição de maior PL no Sistema Financeiro Nacional.

Os depósitos totais em 2014 registraram uma captação de R$ 31 bilhões, representando um aumento de 21,1% em relação a 2013. Este indicador obteve um crescimento nove vezes maior que o valor apurado nos cinco maiores bancos do País, demonstrando que a cada dia a sociedade percebe os benefícios do cooperativismo e passa a acreditar no sistema cada vez mais.

Os ativos do Sistema atingiram a marca de R$ 50 bilhões, crescimento 20,4% superior ao registrado no mesmo período de 2013. Nesse quesito, o Sicoob ocupa a décima terceira posição entre as instituições financeiras do país. Trata-se de um marco romper a barreira dos R$ 50 bilhões e é motivo de orgulho para cada um dos 2,9 milhões de cooperados pertencentes às 505 cooperativas que compõe o Sicoob.

A carteira de crédito teve uma evolução de 22,3% e chegou a R$ 31,7 bilhões em 2014 enquanto que o mercado financeiro nacional cresceu apenas 11,3%. O saldo da carteira de crédito destinado à pessoa física ampliou 22%, chegando a R$ 19 bilhões em 2014. Para o produtor rural pessoa física, o acumulado do crédito ofertado foi de R$ 12,8 bilhões, o que equivale a um crescimento de 15% em relação ao mesmo período do ano anterior. Para pessoa jurídica, as operações de crédito ultrapassaram a marca dos R$ 10,7 bilhões, o que representa aumento de 34%, e de R$ 1,3 bilhão de saldo acumulado para pessoa jurídica rural.

A taxa média de juros das operações de crédito do SFN, computados os recursos livres e direcionados, atingiu 23,9% a.a em dezembro de 2014, enquanto que a taxa média de operações de crédito do Sicoob esteve em 20,4% a.a. Já em captação, o SFN remunerou seus clientes em média em 8,8%, enquanto que o Sicoob rendeu em aplicações 10,3%. Tal comparação demonstra que as cooperativas costumam trabalhar com taxas bem mais em conta do que nos bancos tradicionais e ainda remunera melhor os associados.

A taxa de inadimplência da carteira de crédito encerrou o ano de 2014 em 1,66% (saldo devedor em atraso em até 90 dias). Este percentual é 1,3% menor que a média dos bancos no país. O Sicoob possui provisão suficiente para fazer frente a eventuais situações de estresse, bem como outras operações e compromissos com risco de crédito. O Sistema tem 1,9% de PDD – Provisão para Devedores Duvidosos, representando nível confortável de Cobertura.

Rede de atendimento

O Sicoob ocupa a sexta posição em pontos de atendimento entre as instituições financeiras do país. No Brasil, existem 5,4 mil pontos de instituições financeiras cooperativas e o Sicoob responde por 42,3% desse total, com 2.276 pontos. O Sicoob está presente em 227 municípios brasileiros não assistidos por nenhuma outra instituição financeira. Em 2014 foram abertos 110 novos pontos de atendimento (agências).

O número de cooperados do Sicoob expandiu 8,7% no mesmo ano. O crescimento de associados pessoa física foi de 7,6% e de pessoa jurídica de 17%, chegando a 2,9 milhões de cooperados.

Produtos e serviços

A Poupança alcançou o montante de R$ 604 milhões em captações durante 2014, acumulando R$ 2,5 bilhões em carteira, valor 31,16% maior do que o apresentado em 2013. A poupança captada pelo sistema é integralmente destinada à operações de crédito rural fazendo com que os recursos sejam todos reinvestidos na própria região onde é captado.

O Sicoob Consórcio comercializou R$ 631 milhões em cartas de crédito em 2014, o que representa crescimento de 135% em relação a 2013. Já o acréscimo na quantidade de cotas vendidas foi de 98,5%. O saldo acumulado do ano chegou a R$ 1,1 bilhão. Foram contemplados até o momento 4.500 consorciados.

O crescimento no faturamento dos cartões foi de 47% em relação a 2013, atingindo a marca de R$ 5,61 bilhões. A base de cartões de débito alcançou a marca de 1,64 milhão de plásticos, índice 17% superior em relação a 2013. Já na função crédito, houve um acréscimo de 20% na base de cartões quando comparado com o ano anterior, alcançando 700 mil plásticos.